PSD pede demisão do presidente da Associação Empresarial de Felgueiras

Em causa, declarações sobre a polémica questão do descontos na portagens 

O PSD Felgueiras defende que o presidente da direção da Associação Empresarial de Felgueiras deveria demitir-se. A posição surge na sequência das declarações de Emídio Monteiro sobre a decisão do Governo relativamente à redução do preço de portagens.

Em comunicado, o partido liderado por Vítor Vasconcelos, refere que enquanto presidente do Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa, Emídio Monteiro revelou “satisfação” com as propostas do Governo. Recorde-se que as auto-estradas que servem Felgueiras não foram incluídas no “pacote” com redução nas portagens, o que motivou críticas de todas as forças políticas locais e da Câmara de Felgueiras.

Emídio Monteiro, Presidente do Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa e Presidente da Associação Empresarial de Felgueiras,  apressou-se a registar com “satisfação” as medidas propostas pelo Governo??!!”, diz o PSD no comunicado, questionado “como é que é possível que o representante dos empresários do Concelho e da Região afirme a sua “satisfação”, em comunicado escrito, quando maioritariamente condenamos a desconsideração governamental de não incluir nas vantagens de descontos nas portagens as empresas de Felgueiras??!!”.

Na última reunião da Assembleia Municipal, todos os partidos políticos criticaram a decisão do governo de não incluir a A11, A41 e A42 no lote das auto-estradas com descontos nas portagens.